Kiribati 36

Veleiro de alumínio para cruzeiro ilimitado com quilha pivotante.

O Kiribati 36 é um projeto surgido das ideias e experiências adquiridas num cruzeiro de 10 anos e 25 mil milhas a bordo de um barco do mesmo tamanho, por algumas das regiões mais paradisíacas e remotas do mundo. O projeto foi concebido para ser o barco pessoal de um dos nossos colaboradores de Yacht Design.

Ficou claro que um barco adequado a esse tipo de navegação se beneficiaria em ter sistemas simples, capazes de serem reparados em qualquer oficina do mundo, sem necessidade de peças especiais, caso alguma falha ocorresse, o que já seria improvável devido à robustez e simplicidade de cada sistema para iniciar.

Duas características marcantes são a possibilidade de reduzir o calado por meio de uma quilha pivotante, permitindo acesso a áreas com pouco mais de 90 cm de profundidade, e a visão panorâmica de dentro da cabine, que é circundada por gaiutas de abrir.

O baixo calado permite acesso a ancoragens e abrigos para tempestades extremas como furacões que seriam vedadas a mono cascos convencionais do mesmo tamanho, ou que demandariam uma espera por marés que nem sempre ocorrem quando são necessárias.

Já a visão periférica de dentro da cabine aumenta a segurança em travessias e melhora a qualidade de vida, com um maior senso de conexão com o meio ao redor. Também em situações de ancoragem delicadas é importante poder olhar em volta de uma posição abrigada.

The design is specified for aluminium construction and offers the possibility of computer controlled pre-cut of the parts with a CNC kit, which dramatically saves cost and time needed for hull construction.

O casco e a estrutura são reforçados para produzir um barco com grande robustez. O projeto é específico para construção em alumínio, e oferece a possibilidade de corte por controle numérico de todas as partes de alumínio com o kit CNC opcional, o que reduz imensamente o custo e tempo de construção do casco. Com seu casco eficiente, o Kiribati 36 é capaz de obter boas médias de distância diária e ainda não fazer concessões em termos de segurança. Ele é capaz de ser classificado na Classe A de acordo com os critérios da Comunidade Europeia mesmo com a quilha levantada.

Dados Técnicos

Comprimento total

11.00 m (36 ft)

Comprimento da linha d'água

9.78 m (32.0 ft)

Boca Máxima

3.85 m (12.6 ft)

Calado

2.30 m (7.5 ft) / 0.90m (3.0ft)

Lastro

2,580 kg (5,683 lb)

Deslocamento

8,000 kg (17,621 lb)

Tanques de água

476 l (126 gal)

Tanques de diesel

410 l (108 gal)

Pé-direito - Cabine de Popa

1.97 m (6.5 ft)

Pé-direito - Cabine de Proa

1.67 m (5.5 ft)

Pé-direito - Cozinha

1.92 m (6.3 ft)

Pé-direito - Chuveiro

1.97 m (6.5 ft)

Mastreação

Cutter

Vela grande

26.3 m2 (283 sq. ft.)

Genoa

38.4 m2 (413 sq. ft.)

Propulsão Auxiliar

40 hp

Método Construtivo

Aluminio

Lista de Planos

KB36 – S1 – Plano de Linhas

KB36 – S2 – Mastro e Velas

KB36 – S3 – Arranjo Interno

KB36 – S4 – Arranjo de Convés

KB36 – S5 – Plano de Estrutura

KB36 – S6A – Seção Transversal A

KB36 – S6B – Seção Transversal B

KB36 – S6C – Seção Transversal C

KB36 – S6D – Seção Transversal D

KB36 – S6E – Seção Transversal E

KB36 – S6F – Seção Transversal F

KB36 – S6G – Seção Transversal G

KB36 – S6H – Seção Transversal H

KB36 – S7A – Sistemas da Quilha Retrátil

KB36 – S7B –Quilha

KB36 – S7C – Detalhes da Quilha

KB36 – S7D – Mancal da Quilha

KB36 – S7E – Peças da Quilha

KB36 – S8A – Ferragens Especiais A

KB36 – S8B – Cana de Leme

KB36 – S9A – Sistema de Leme

KB36 – S9B – Leme e Skeg

Descrição Técnica

A divisão interna foi concebida para longas travessias com um casal e eventuais convidados, esperando-se que o casal tenha suficiente conforto para morar permanentemente a bordo.

Ao descer para a acomodação temos a bombordo para a popa a cabine de casal principal e uma cama dupla em layout aberto na proa, sendo a área central organizada em torno de um piso elevado rodeado por gaiútas e vigias de abrir. Deste ponto de vista elevado é possível cozinhar e monitorar o barco tirando proveito da visão panorâmica. A boreste, logo para trás da mesa de navegação fica o banheiro, com a possiblidade de um chuveiro com pé direito total, isolado por uma cortina.

Uma área pouco encontrada em barcos deste tamanho é a que fica para trás do banheiro, que é dedicada somente a itens técnicos, como entradas e saídas de casco, tanques e filtros de combustível, bombas de piloto automático e outros opcionais como dessalinizador etc. Abrir um armário na sala e deparar-se com uma bomba de dessalinizador é algo comum em barcos que não tiveram áreas dedicadas na fase de desenho.

Descendo do piso elevado em direção á proa temos os dois sofás do salão, que servem também como excelentes camas para navegação, além de permitirem que até 8 pessoas se sentem para uma festa.

O Kiribati 36 é um barco grande o suficiente para levar uma família aos pontos mais remotos do planeta, mas ainda pequeno o suficiente para caber num orçamento limitado.

O Kiribati 36 tem uma cabine de média altura com várias janelas e vigias de abrir para permitir ampla ventilação e iluminação interior.

O cockpit tem mais de 2.80m de comprimento, sendo protegido por uma capota rígida que pode receber a escota da vela grande, deixando a área livre de trilhos e cabos. Há acesso fácil à plataforma de popa através do cockpit aberto, que é mantido desimpedido pela cana de leme que levanta para ficar fora do caminho quando o barco está parado.

A mastreação é conservadora, com um mastro com dois pares de cruzetas a 90º, brandais de força duplos e um jumper elimina a necessidade de estais de popa volantes quando se usa a buja instalada no estai de proa interno.

O velame inclui vela grande e genoa de dimensões moderadas para facilidade de manuseio e uma buja para ventos mais fortes instalada num enrolador permanente para manter a operação segura quando o mar fica grosso. Esta vela pode representar a diferença entre uma travessia sem eventos extraordinários e uma má experiência.

Na popa existe um paiol grande que vai de bordo a bordo, separado do interior por uma antepara estanque, oferendo espaço suficiente para todo o material de convés, e ainda um paiol isolado para gás e líquidos inflamáveis.

O mastro é protegido por púlpitos de tubo para operação segura em mau tempo, e o convés plano de proa pode receber um bote rígido durante travessias. Uma atenção especial foi dedicada ao desenho do paiol de corrente de âncora, fazendo-o grande o suficiente para uma operação sem intervenção manual com mais de 80 metros de corrente de 10mm.

A quilha pivotante é içada por uma catraca manual conectada a dois cabos sintéticos de alta resistência. Desta forma, se o barco se choca contra um obstáculo, a quilha pode subir livremente sem causar danos ao sistema. Esta é uma característica muito importante para aumentar a segurança em barcos de quilha móvel.

O barco é provido com dois lemes telescópicos que trabalham atrás de skegs. Esses têm a função de reforçar o conjunto e diminuir o esforço na roda de leme. Essa configuração oferece um excelente controle do barco, superior à configuração com um só leme.

A capacidade de encalhar o barco em locais apropriados é uma das grandes características deste desenho, seja para manutenção ou para acessar locais rasos ou com marés de grande amplitude. O baixo calado permite ainda o acesso a abrigos de furacão que usualmente seriam vedados a monocascos do mesmo tamanho com quilha fixa, ou pelo menos exigiriam esperar por marés altas, que nem sempre ocorrem de dia quando se precisa.

A estabilidade estática é garantida pelos lastros interno e móvel na forma de chumbo propriamente instalado junto ao fundo do barco e dentro da quilha pivotante. Um dispositivo de trava é incorporado para bloquear a quilha na posição abaixada quando o barco se encontra em travessias de mar aberto. Este é um dispositivo de segurança, pois no improvável evento de uma capotagem, a quilha permanece na sua posição até a recuperação da posição correta do barco. O Kiribati 36 é considerado Classe A de acordo com as regras da Comunidade Europeia para estabilidade de veleiros de oceano (STIX). Ao contrário da maioria dos veleiros com bolinas retráteis, que tem a totalidade do lastro colocado dentro do casco, a nossa solução combina uma parte de lastro interno (1500kg) e outra de lastro móvel dentro da quilha pivotante (1080kg). Os pesos combinados, com 32% de lastro em relação ao deslocamento para um calado de 2.30m, asseguram um elevado ângulo máximo de estabilidade positiva, superior em muitos casos aos veleiros com bolina encontrados no mercado, sem que seja necessário aumentar muito o deslocamento do barco para obter este resultado.

O Kiribati 36 pode também ser construído com uma quilha fixa e um leme central único, para quem não precisa das características adicionais da quilha pivotante.

Em consonância com sua vocação para barco de expedições, o Kiribati 36 tem grande capacidade nos seus tanques, com 470 l de água doce e 410 l de óleo diesel, além de muita capacidade de carga.

A propulsão auxiliar sugerida deve ter em torno de 40 HP.

Corte em CNC na Austrália:

https://www.platealloy.com/

Comprar Projeto

Plano de Estudos

AUD$120

Planos de Construção (quilha retrátil)

AUD$1,250

Arquivos de CNC (versão quilha retrátil)

AUD$2,000

Planos de Construção (quilha fixa)

AUD$1,250

*entre em contato conosco para prazo de entrega

Arquivos de CNC (versão quilha fixa)

AUD$2,000

*entre em contato conosco para prazo de entrega

Fotos e Imagens

Outros Planos

External links